Envelope grande remetente e destinatário

O envelope como conhecemos hoje, apesar de simples é um item de grande utilidade e muito presente na nossa vida moderna. Porém nem sempre foi desse jeito.

Em aproximadamente 2.000 A.C. os babilônios inventaram a primeira forma de envelope conhecida atualmente. Para manter o sigilo de suas mensagens escritas em barro, na Babilônia, as pessoas começaram a revestir suas placas de barro com uma outra camada de barro molhado, que então ia para o forno. Assim, para ter acesso a mensagem era preciso quebrar a primeira camada de barro, e essa é considerada a primeira forma de envelope desenvolvida pelo homem.

Desde então o envelope grande remetente e destinatário passou por muitas mudanças e hoje em dia os envelopes mais comuns são os feitos de papel.

Envelope grande remetente e destinatário: diferentes tamanhos

O envelope grande remetente e destinatário moderno, geralmente, são feitos de algum tipo de papel ou plástico e podem ser feitos em diversos tamanhos diferentes. Por exemplo, se um envelope grande remetente e destinatário for ser utilizado internamente dentro de uma empresa muitas vezes é melhor que ele seja reutilizado e nesse caso o envelope de plástico pode ser mais durável. Caso ele seja enviado para um destinatário externo, a reutilização é difícil, então o envelope grande remetente e destinatário de papel pode ser melhor em termos de custo benefício.

Uma das características a ser considerada é o tamanho do envelope. Os envelopes podem ser feitos em diferentes tamanhos, que vão de grandes envelopes que chegam a ter mais de um metro de lado, até envelopes pequenos com poucos centímetros.

Uma das padronizações usada como referência é a série C:

  • C1 648 x 917 mm;
  • C2 458 x 648 mm;
  • C3 324 x 458 mm;
  • C4 229 x 324 mm;
  • C5 162 x 229 mm;
  • C6 114 x 162 mm;
  • C7 81 x 114 mm;
  • C8 57 x 81 mm;
  • C9 40 x 57 mm;
  • C10 28 x 40 mm.

Envelope grande remetente e destinatário: Preenchimento

O preenchimento do envelope grande remetente destinatário é simples.

A primeira coisa é definir quem é o remetente, pessoa ou entidade que está enviando a carta, e o destinatário, pessoa ou entidade que receberá a carta.

Depois é preciso definir a frente e verso do envelope. O verso é a parte que tem a aba que fecha o envelope, e deve conter as informações do remetente. A frente é o lado liso e deve conter as informações do destinatário.


Regiões onde a Embalagem Ideal atende envelope grande remetente e destinatário:


Principais regiões do Brasil onde a Embalagem Ideal atende envelope grande remetente e destinatário: